Golpe no WhatsApp promete vagas de emprego para enganar usuários

Compartilhe essa vaga usando o link: https://vipvagas.com/QIKWR
Golpe no WhatsApp promete vagas de emprego para enganar usuários
Avalie esse Post

Golpe nas redes sociais atinge mais de 1 milhão de pessoas que já acessaram o link malicioso, de acordo com a especialista em segurança digital PSafe.

Um novo golpe no WhatsApp usa o nome da marca de chocolates Cacau Show, Assaí, Carrefour entre outras empresas de grande porte para oferecer vagas de emprego. O problema é que as supostas oportunidades são falsas e, segundo informações do DFNDR Lab, laboratório da PSafe especializado em segurança digital, 1 milhão de pessoas já clicaram no link malicioso em apenas 24 horas.

A Cacau Show utilizou sua página oficial no Facebook para reiterar que não tem relação com as mensagens. A empresa reforça que as vagas divulgadas “não são verdadeiras” e que todas as oportunidades legítimas são oferecidas somente em seus canais oficiais.
Além de aproveitar os atuais índices de desemprego para espalhar a mensagem falsa, os criminosos se valem de outras estratégias para alcançar o maior número de pessoas. Ao clicar no link – recebido em grupos ou conversas privadas no mensageiro – a vítima é induzida a compartilhar dados pessoais, como nome, e-mail, idade e áreas de atuação nas quais tem interesse. Após preencher o formulário, o falso site afirma que, para que o usuário possa enviar o currículo, é necessário compartilhar a mensagem com outros cinco amigos ou cinco grupos no aplicativo.

As vagas oferecidas são de nível operacional, como vendedor, auxiliar de limpeza, ajudantes de produção, embalador, auxiliar administrativo e jovem aprendiz.

O WhatsApp tem sido terreno fértil para esse tipo de crime devido a sua popularidade no Brasil. Em menos de um mês, outras duas correntes maliciosas também foram registradas. No final de dezembro de 2017, um golpe prometia prêmios em nome da rede de varejo Walmart. Mais recentemente, no início de janeiro, uma corrente prometia descontos na rede de Fast Food Burguer King, mas, ao clicar no link, o usuário acabava assinando serviços de SMS pagos.

A situação é tão crítica que, este ano, o mensageiro iniciou testes com um recurso para avisar ao usuário que o conteúdo que ele está prestes a repassar já foi compartilhado muitas vezes, o que serviria de sinal vermelho para possíveis golpes e correntes.

Aviso:
Tome cuidado com qualquer site de emprego que pede para compartilhar a vaga com seus amigos antes mesmo de visualizar o e-mail para enviar o currículo e/ou cobrar alguma taxa é FALSO.

Fonte: TechTudo